Sábado, 25 de Agosto de 2007

Psicologia

«Psicologia» (Psychology) vem de duas palavras: psique[1][1] e logos. A palavra psique vem da palavra grega yuch - que significa «sopro de vida», i.e., «alma ou espírito», livremente traduzida por «mente»;[2][2] e logos significa «saber», «estudo», como todas as «logias»! (Benson & Grove, 2000). Até 1920, a Psicologia era definida como a «ciência da vida mental» (Myers, 1999) ou da «consciência» (Fernald, 1997). De 1920 a 1960, os psicólogos americanos, liderados por John Watson, eliminaram o método introspectivo e redefiniram a Psicologia como a «ciência do comportamento observável» (Myers, 1999). Actualmente, a Psicologia é definida como o estudo científico do comportamento humano e animal, da experiência e dos processos mentais, ou o estudo de todas as formas de comportamento, experiência e vida mental (Fernald, 1997); o estudo científico da mente e do comportamento de seres humanos e animais (Benson & Grove, 2000); é a ciência que investiga os processos e estados conscientes, bem como suas causas e efeitos (Rohracher); é a ciência dos fenómenos subjectivos da vida, que estão ligados regularmente com os fenómenos objectivos (Pauli) (Dorsch, Hacker, & Stapf, 2001); o ramo da ciência que estuda os fenómenos da vida consciente, na sua origem, desenvolvimento e manifestações (Brito, 1994). Esta ciência tem como objectivo descrever e explicar como pensamos, sentimos e agimos de determinada maneira (Myers, 1999) e aplicar este conhecimento em diversas situações (Fernald, 1997). Por exemplo, muitas vezes usa-se os dados da investigação para prever quando é que certos comportamentos podem ocorrer. Estes dados podem ainda ser aplicados na mudança de contextos ou comportamentos desajustados (Costa & Mendes, 1995). Em última instância, os psicólogos pretendem melhorar a vida das pessoas e o mundo em que vivemos (R. S. Feldman, 2001). A letra grega Y (lê-se «psi») usa-se actualmente como símbolo internacional de Psicologia (Benson & Grove, 2000).

O que é que a Psicologia inclui? Ao contrário das ciências naturais, a Psicologia não tem uma teoria unificadora ou uma abordagem específica (Benson & Grove, 2000). É costume dividir a Psicologia em diferentes ramos, consoante os indivíduos (sujeitos) e as actividades estudadas (Psicologia Clínica, Animal, da Criança, Industrial ou do Trabalho, Social, etc.), existindo ainda áreas, divisões, escolas, teorias ou tendências, consoante a metodologia utilizada, ou, por vezes, as diferentes perspectivas filosóficas (Psicologia Analítica, Gestaltista, Behaviorista, etc.) (Brito, 1994), isto é, consoante a perspectiva pela qual pode ser visto cada evento psicológico (Myers, 1999).



[3][1] Psique (psyche): 1. Princípio da vida. 2. Espírito, incluindo tanto os processos conscientes como inconscientes. 3. O eu (Chaplin, 1981).

[4][2] Mente (espírito) (mind): 1. Totalidade organizada de processos psicológicos que permitem ao indivíduo interagir com o seu ambiente. 2. (Estruturalismo) Totalidade das experiências conscientes. 3. Totalidade das estruturas permanentes responsável pela experiência consciente e pelas actividades psicológicas. 4. O Eu ou Psique. 5. Intelecto ou inteligência. 6. Forma de comportamento ou maneira de pensar característica, tal como a mentalidade (espírito) americana(o) ou mentalidade de um selvagem (Chaplin, 1981).

 

publicado por alexandreramos às 21:20
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

.Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Sobre o autor

. Será o fim do mundo um es...

. Sobre o autor

. Fantasmas

. Inteligência Espiritual

. Vem aí o fim do mundo?

. Kundalini awakening

. Delírio de grandeza

. Egos inflados

. Escalas de medida da vari...

.arquivos

. Julho 2015

. Abril 2011

. Outubro 2010

. Maio 2009

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds